• Av. Dez de Dezembro, 7066, Londrina/PR, CEP 86046-140
  • (43) 3341 6315

Planejamento, a perseverança posta em prática!

Através deste artigo você perceberá que as respostas que recebemos dependem das perguntas que estamos dispostos a fazer, e depois tomar a decisão de executar!

É tudo uma questão de descobrir as perguntas que vão ajudá-lo a alcançar estados mais plenos de recursos. Por exemplo, se o estudo e o progresso são importantes para você, perguntas como: “Como posso usar esta situação para ser reconhecido e promovido em um ano no máximo? ”Outro exemplo: Com situações realmente difíceis, você pode perguntar. “Daqui a dez anos isso realmente vai ter importância? ”

Muita gente faz o seu “planejamento” sem nenhum esforço para a sua realização ano a ano, todo ano, no dia 31 de dezembro na base da esperança que é: sentimento de quem vê como possível a realização daquilo que deseja; confiança em coisas boas, mesmo que não faça nada para isso acontecer.

Acredito no planejamento como a perseverança com data porquê: Perseverança significa ter força e paciência para não desistir, fazer alguma coisa com absoluta fé na sua realização, e um forte sentimento de gratidão após realizar o trabalho. A pessoa que persevera enfrenta dificuldades, desafios e tempos de espera sem desanimar e chega, mais cedo ou mais tarde no seu destino, nas suas posses, nos seus sonhos, e por fim, no seu planejamento.

Crie você mesmo as suas escolhas

Imaginemos que você tenha estabelecido certas metas; agora deve realizar planos meticulosos para alcança-las. Eu disse meticulosos! Pois se os seus planos não estão bem traçados, suas ações não terão reconhecimento ou valor em longo prazo. A pessoa que não tem um plano consciente e efetivo para alcançar uma meta está pondo a sua vida e o seu destino nas mãos daqueles que o têm. Os planos têm que ser práticos, operacionais e lucrativos.

Para iniciar qualquer tarefa, leve a cabo uma planificação sensata , e sagaz, porque o que você realizará está baseado em seus planos, logo toda consequência ou reconhecimento atingirão diretamente a você. Sem um plano claramente pensado, a vida não tem sentido.

O objetivo de seus planos é o saber como alcançar a meta.

Lembre-se que todos os militares conhecem seus planos e mapas; desenvolvem estratégias para ganhar uma guerra (meta de curto, médio e longo prazo) e uma série de táticas de batalha para conquistar áreas específicas (estas apenas para as metas de curto prazo).

Traçar estes planos é um método que você pode utilizar fazendo as mudanças indicadas. Os mapas militares descrevem o terreno, as condições do tempo, as distâncias, os caminhos etc. O tipo de planificação feito por você projetará a forma que você alcançará as suas metas pessoais. Seus planos lhe dirão o que fazer e a melhor forma de consegui-lo, já que representam um guia para construir com resultados, prosperidade e perseverança o seu futuro.

Coloque o seu planejamento por escrito

As ideias e os pensamentos são intangíveis; por isso, devem ser alimentados e imediatamente concentrados para a execução, ou se evaporam rapidamente. Para dar aos seus projetos uma existência palpável, escreva-os em minuciosos detalhes, pois nenhum engenheiro deixa ao acaso a construção de uma máquina, ele mantém na memória cada um dos detalhes dos desenhos e a melhor forma de execução em suas notas e desenhos.

O fato de escrever as suas ideias serve a vários fins. Quando você faz uma relação dos métodosque empregará para alcançar as suas metas, está delineando um guia que mostra a maneira mais rápida e efetiva de chegar ao seu destino.Você poderá conferir as dimensões de seu progresso e ver o que mais pode fazer.

Com um certo grau de precisão, você poderá predizer e antecipar eventos futuros, reduzindo assim, consideravelmente a margem de erro.Apesar de tudo, os planos que ficam só na mente em geral não se materializam como deveriam, pois, lhes falta clareza e exatidão.Esquecer os detalhes ou passar por cima deles conduz inexoravelmente ao fracasso.

É bom que todos os seus planos escritos tomem forma de diagramas, tabelas, mapas ou declarações, pois assim, de uma maneira ou de outra, terão um aspecto visual.E esse mero fato permitirá a você ver o que está fazendo, aonde vai e o progresso que está alcançando.

As etapas essenciais para realização

São cinco as etapas que surgem ao efetuar qualquer tipo de planificação:visualização, investigação, avaliação, decisão e revisão. Tudo o que for relacionado com o alcançar de sua meta deve ser cuidadosamente considerado. Analisaremos agora o primeiro passo:

Visualização

É o ato de fazer com que algo se torne visível, perceptível à visão humana; ver:visualizaré um ato de imaginação, de criatividade antecipada. Transformar conceitos abstratos em imagens mentalmente visíveis:visualizaro irreal. Conceber no âmbito da imaginação ideias, projetos e projeções pessoais e profissionais muito antes de acontecer.

Investigação

Em uma partida de xadrez são muitas as maneiras de responder a jogada do adversário, mas só uma delas é a melhor. Amesma coisa acontece com os planos dirigidos ao alcance de uma meta.As formas que você tem para alcançar qualquer meta são muitas,mas só uma é adequada para vocêpelo seu comportamento,pelo seu ambiente,pela sua singularidade.

Formular o melhor plano,compreender e saber o que seja necessário para alcançar o seu objetivo é absolutamente essencial para o seu sucesso. Aquestão é:de que você necessita para alcançar o triunfo que procura? Antes de responder obtenha o maior número de informações possível sobre o assunto. O grande valor da investigação é que, no final, você saberá se uma meta específica é adequada, se pode alcançá-la e em quanto tempo.

Esta etapa de planificação exige que você obtenha todos os dados necessários fazendo perguntas, e para isso deve aprender a fazer perguntas; a chave está em traçar o interrogatório e em saber onde encontrar as respostas. São seis as perguntas básicas que devem ser feitas no início de cada planejamento: Quem? O que? Onde? Quando? Como? e Por que? Abaixo exemplifico cada conjunto de perguntas onde você poderá aplicá-las de milhares de formas e situações diferentes.

Quem?

Quem está envolvido? Quem me ajudará? Quem está retendo? Em quem posso confiar? De quem posso depender? Quem poderia me proporcionar aquilo que necessito? Quem já fez isso? Para quem posso delegar autoridade dessa execução? Quem é mais capacitado que eu nesse assunto? Quem…?

O quê?

O que posso esperar dos outros? O que esperam de mim os clientes potenciais? O que devo saber? Que experiência eu preciso para essa promoção? Que riscos e perigos terei que enfrentar para ganhar a confiança da equipe? Que benefícios obterei? Que benefícios os outros que me ajudaram esperam conseguir nesse trabalho? O que…?

Onde?

Onde começar? Onde encontrar aquilo que necessito? Onde terei que ir?Onde estão os seus pontos fracos?Onde encontrarei os meus clientes?Onde posso obter a experiência da qual necessito?Onde receberei o melhor conselho? Onde…?

Quando?

Quando devo começar? Quando devo parar? Quando devo procurar estender os meus planos? Quando devo comprar? Quando devo vender? Quando eu devo avançar? Quando poderei alcançar minhas metas? Quando estarei pronto? Quando devo lançar o meu produto no mercado? Quando usar uma estratégia mais agressiva contra os meus concorrentes? Quando…?

Como?

Como posso fazer o que persigo?Como obter aquilo que necessito?Como posso conseguir um melhor preço?Como atingir resultados? Como saber o que me custará?Como reduzir os custos?Como progredir na companhia em que trabalho? Como…?

Por que?

Por que devo começar em março? Por que devo fazer o que estou fazendo? Por que tratarei com o senhor PauloSilveira? Por que devo confiar nele? Por que preciso disto ou daquilo? Por que o que eu estou projetandonunca foi pensado por ninguém?Por que não é prático?Por que é viável?Por que alguém me pagaria por isso? Por que não escrever o livro agora, e não daqui a dois anos?Por que…?

Talvez sejam centenas as perguntas desse tipo que você deve fazer antes de formular os seus planos.Com estas perguntas você estará alcançando informação e a informação o permitirá projetar o seu objetivo com maior clareza.Há outras perguntas que você deve se fazer, como por exemplo:Poderei fazer isto?Eles me darão apoio?Por acaso existe possibilidade de sabotagem?etc.Pergunte-se sobre tudo que se relacionar com a sua meta,tudo!

Quando se procura uma informação é preciso recorrer a numerosas fontes; pois bem, a maior parte delas serão as outras pessoas. Nesse caso assegure-se de receber informações concretas, não simples opiniões, já que algumas só têm valor quando provém de pessoas que sejam peritas em determinado campo de ação. Mas considere que os peritos também erram e, além disso, nessa etapa o que você está precisando é de dados concretos e não de diversidade de parecer, ouachismo.

O tempo empregado em certo projeto é determinado pelo período de investigação, conhecimento, experimentação e aplicação… Com a informação obtida, estabeleça quais projetos devem ser completados em dias, semanas, meses, anos, e até décadas.

Faça uma avaliação dos obstáculos que podem aparecer no seu caminho e descubra a melhor maneira de resolvê-los. Que problemas você imagina em seu projeto, e quais seriam as soluções? Haverá também restrições de modo que você deve se perguntar quem poderá ajudar-lhe a resolver os problemas e que limites as restrições impõem. Investigue o que você pode fazer a respeito, onde pode ir para evitar essas restrições e quando elas terminarão.Sabe como agem as pessoas dentro dessasmesmas limitações ou porque elas foram impostas? Não se deixe impressionar por uma imensa massa de informações, pois às vezes elas podem ter caráter contraditório. Uma informação lhe dirá para seguir adiante, enquanto que outra lhe dirá justamente o oposto. A normasobre valorização o ajudará a resolver este problema: Escolha o caminho que ofereça maior possibilidade de sucesso e menor risco de fracasso. A informação contraditória sempre implica riscos; porém se os riscos forem grandes, é melhor mudar de plano.

Constantemente você estará tomando decisões nas etapas de planificação e ação. A habilidade de tomar as decisões adequadas, sem perder tempo, é uma poderosa vantagem na procura do sucesso.

Revisão

Os planos são suscetíveis a mudanças e revisão. Todos os grandes dirigentes desenvolvem planos de ação; também contam com alternativas e, dependendo das circunstâncias, realizam mudanças que afetam os planos originais. É possível que você se encontre neste caso, que o obrigue a rever seus planos originais, mas isto não quer dizer que haverá alteração na meta final. Os objetivos não devem ser mudados, a não ser que algum fato drástico torneo seu objetivo inacessível. Diante de tal situação,jamais descarte a ideia de se fixar uma meta. Simplesmentefixe umaque você possa alcançar.

Em qualquer planejamento existe os elementos de risco.Averigue qual o risco de seu plano, e conheça os perigos. Se forem grandes demais, é indício de que o plano não está certo e você deve formular uma nova estratégia, que se adapte melhor à realidade.Um bom plano, desde logo, também terá perigos, mas serão mínimos.Não obstante, para vencer você deve estar disposto a enfrentar riscos calculados,assim como investir tempo de estudo, aplicação e dinheiro para a realização.

Ainda que ver seus planos através de “uma bola de cristal” de adivinhação, geralmente conduz ao fracasso, é certo que a vitória, na maioria dos casos, pertence a quem sabe correr riscos…Sempre e quando estes riscos estiverem previstos.É por isso que é muito importante levar avante as investigações, considerando com o maior cuidadoa vantagem própria das suas metas e o sentido prático dos seus planos.

A menos que você escolha com muito cuidado a meta adequada e o melhor plano para atingir, os riscos serão muito grandes e suas perdas podem acabar por serem drásticas. Se levadas a cabo meticulosamente, suas investigações reduzirão um alto grau de perigos e riscos a enfrentar.

Não se intimide pelo exposto acima.Pois só os vencedores correspondem às recompensas, assim como os vitoriosos sempre correm riscos!A maioria das pessoas temem se arriscar e, por isso nada ganham. Para ganhar, é necessário apostar; disso todo mundo sabe. Mas quando se trata de correr riscos, investir em si mesmo e enfrentar as possíveis consequências desses investimentos, a grande parte das pessoas foge apavorada! Esta é uma das razões principais pela qual apenas uns dois ou três por cento de pessoas em todo o mundo consegue realmente vencer na vida com prosperidade, equilíbrio e constância de conquistas.

Tudo depende das metas que você deseja alcançar! Um dos riscos mais sérios que você pode correr é o da perda de tempo,já que esse ingrediente não pode nunca mais ser recuperado.

Você poderá agir sob essas restrições?Porestas perguntas, nota-se que você deve se questionar sobre todos os aspectos. A etapa de pesquisa também permitirá que você tome certas coisas como autênticas e tenha uma ideia do que pode esperar sobre seu futuro.Se as pessoas competentes lhe dizem que a venda de brinquedos é maior em Dezembro, eles possuem razões fundamentadas e você pode aceitar esse fato como certo. Então se as suas metas se relacionam com alguma forma de venda de brinquedos você deve considerar o mês de Dezembro como fator importante nos seus planos, e esperar que ocorram determinados efeitos que serão lógicos pois você tem informação correta, vinda de opiniões emitidas por conhecimento de causa e que revestem uma grande importância para o planejamento de seu futuro.

Ainda que um bom plano ofereça riscos, ele também oferece bastante oportunidades! Quando toda a informação tenha sido absorvida, você poderá medir os benefícios e compará-los com os riscos.Se os benefícios forem muito superiores aos riscos, você poderá formular os seus planos para vencer; caso contrário, você deve considerar as suas alternativas.

Avaliação

Voltamos por um momento a partida de xadrez. Enquanto um jogador medíocre estuda rapidamentea situação e mexe logo uma peça,o bom jogador primeiro analisa todas as alternativas disponíveis,pesa o valor de cada umae escolhe a que dará melhores resultados;e só então executa sua jogada.Da mesma forma,cada vez que você tiver à mão a informação necessária para formular um plano,faça como mestre enxadrista:pese informação e decida no tempo certo.

Como se pesa o valor de um plano?Só existe um critério:Escolha o caminho que ofereça a maior possibilidade de sucesso e o menor risco de fracasso. Essa é a fase mais importante da planificação,pois nela você estará arriscando a maior parte da sua vida,de acordo com os resultadosde sua investigação.Se você interpreta mal e dá um valor indevido a informação recebida,se encontrará em dificuldades e certamente fracassará.

Decisão

Uma vez investigada e pesada toda informação pertinente à elaboração de um plano de ação, você terá que tomar um certo número de decisões ou optar como utilizar esta informação. Para fazê-lo, deixe-se guiar por esta regra: Aplique o que sabe de forma a alcançar efetivamente a realização das suas metas. A factibilidadee o tempo são por hora os fatores determinantes… “Funcionará”e “Quanto tempo levará? ”São duas perguntas que você deve responder. Se suas respostas se dirigem à realização do seu objetivo, você terá formada uma base consistente para edificar um plano efetivo.

A revisão dos planos não significa derrota

Quando as coisas saem mal é um sinal de que será preciso se desviarligeiramentedo planejado para atingir o seu objetivo.As forças externas que escaparam ao seu controle merecem ser revistas;pois também é possível que você tenha cometido uns erros.Essas são situações normais que você terá de enfrentar.Considere os desvios como um pequeno atraso e faça nos seus planos o ajuste necessário.

Aceitarqualquer barreira como uma derrota constitui um indício de fraqueza e falta de confiança em si mesmo.Erros,lapsos mentais etc.,são inevitáveis,visto que nenhum ser humano é perfeito.A sua reação diante de erros e atrasos é importante.Eu já disse que os erros são humanos;então,é necessário aprender com eles e tirar algum proveito para o futuro. Se for indispensável modificar os seus planos, siga este roteiro:

1. Analise cada aspecto do problema

2.Considere todas as alternativas possíveis

3.Tome uma decisão e se mantenha firme na perseguição da sua meta,como se nunca tivesse se desviado

Uma mudança de planos constitui uma forma de se sobreporaos obstáculose melhorara forma de atingir a sua meta!CRIE-O!

Qual o plano que está de acordo com seu temperamento,seu ambiente,seu momento, sua personalidade, e suas necessidades? Só você sabe o que quer,mais ninguém. Por isso,a formulação de um plano de ação e todas as decisões são exclusivamente suas. Euma vez traçado o seu plano,tenha fé nele e na sua capacidade de fazê-lo funcionar! A fé,baseada na realidade,será a fonte de impulsão rumo à meta,pois lhe dará a confiança em suas ações. Para aumentar a sua autoproteção:execute primeiro o que tem mente e comente depois,porque muitas pessoas estão atrás das mesmas coisas que você.Mastenha cuidado!Lembre-se que falar demais dos seus planos é um risco desnecessário.

A maioria das pessoas procura apoio dos outros pois se sente insegura em relação a si próprio, não tem fé suficiente na sua capacidade e precisa que as vezes lhe digamque estão agindo de maneira correta. É assombroso o número de pessoas que não se sentem seguras de si mesma e constantemente apregoam seus planos a todo o mundo.

Aprenda a ser autossuficiente e fortaleça sua autoconfiança, isso fortalece a sua autoestima. Não diga que é impossível fazer, por outro lado não conte os seus planos a uma pessoa que não possa ajudá-lo. Alguns “amigos” que não estão acostumados com esse seu novo eu podem se assustar, sentir inveja ou desprezo e você receberá respostas negativas ou desalentadoras.

Além disso sendo bom o seu plano, corre o risco de que alguma pessoa possa tentar pegar e antecipar-se a você. Isso poderá desmoralizá-lo. Tenha fé no que está fazendo, tenha confiança no seu plano e na sua capacidade de manter os olhos abertos, s ouvidos atentos e a boca bem fechadaantes, durante e depois daexecução.

Não espere demais

Deixar de formular um plano agora se traduzirá em fracasso futuro. Não espere mais tempo. Faça-o agora mesmo, não para impressionar os outros, mas para que você canalize seus esforços e energia em sua meta, e na forma mais sólida e viável para alcançá-la!

Faça os planos para você mesmo! O valor de um plano pessoal, prático e bem definido está no benefício que você tem com ele.Lembre-se disso: Suas ações serão tão efetivas quanto seus planos e a sua dedicação a eles.

Isso tudo lhe parece demasiadamente insosso? Mecânico demais? Posso lhe assegurar que se trata do contrário: os que não formulam planos são os que sofrem uma rotina insípida e muito sofrida… Inclusive sofrida de muito arrependimento futuro, pense nisso e verá como estou certo.Se você tiver seu plano de ação, será exatamente isso que conseguirá: ação, e uma grande possibilidade de crescer, evoluir e prosperar.E um programa de ação cuidadosamente programadoconstitui a melhor garantia de sucesso.

Sobretudo, lembre-se que ninguém formula planos para fracassar, mas muitas pessoas fracassam por não formularem planos.

Tenham um fabuloso dia hoje e sempre… Pois o MERCADO é do TAMANHO de sua CAPACIDADE, INFLUÊNCIA E IMAGINAÇÃO.

Fonte: Revista Ferramental

COMPARTILHAR ARTIGO

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on google
Share on skype
Share on whatsapp

Visite-nos

Av. Dez de Dezembro, 7066 – Jd. 3 Marcos, Londrina – PR

Entre em contato

(43) 3341-6315

Email

contato@giacomini.ind.br

Criamos projetos e fabricamos ferramentas exclusivas com até 4 toneladas para todos os segmentos industriais.

CADASTRO PARA NEWSLETTER

Preencha os campos a baixo para receber nossas novidades em seu email em primeira mão

2020 © Giacomini Ferramentaria – Todos os direitos reservados.